top of page

FRANGÓ



Finalmente conheci o @frangobar e experimentei uma das coxinhas mais famosas do Estado de São Paulo.


Inaugurado em 1987, quando a grande maioria dos bares serviam apenas cervejas Brahma, Antártica e Skol (alguns poucos tinham também Original, Serramalte, Cerpa ou Bavária Premium), o Frangó, na Freguesia do Ó, já apostava em uma infinidade de rótulos, mas a fama nacional viria mesmo, com a “Coxinha”, principalmente quando o publicitário Washington Olivetto, depois de 53 dias de sequestro, diz numa coletiva de imprensa que a “coxinha do @frangobar, era uma das comidas que ele mais sentia falta no cativeiro.


Na minha visita eu não poderia deixar de pedir o famoso quitute. Eu sairia de lá “batendo o martelo”, de que o Frangó serve a melhor coxinha que já experimentei?


Fui saboreando pedaço por pedaço, com calma e com toda atenção à crocância, ao sabor e a textura do recheio. Sem dúvida é uma das melhores coxinhas que já experimentei na vida, juntamente com a do Veloso Bar (na Vila Mariana) e a da Padaria Real (de Sorocaba). Acho que teria que fazer um teste cego, das 3 ao mesmo tempo, para decidir e não cometer injustiça.


Cheguei a fazer uma enquete aqui nos stories e há quem tenha preferência por alguma das 3 citadas acima. Aconselho a visita para você tirar sua própria conclusão.


Instagram: @frangobar Largo da Matriz Nossa Senhora do Ó, 168 | Freguesia do Ó Ter a sáb | 11h às 23:59hs Dom | 11h às 19h

Coxinha (R$ 9,80)


Comments


bottom of page